Reforma da Escola

Conheça essa história  

Abandonada a 3 anos a Escola agora vai se tornar uma ONG, A Narrativa da imaginação irá implantar lá uma biblioteca, ludoteca, horta comunitária e núcleo de assistência jurídica, além de aulas como artes marciais, dança, música, teatro, artesanato, profissionalizantes e estratégias de geração de renda no bairro Lagoinha.

Como esta o bairro Lagoinha?

Bairro histórico, criado no século XIX como uma colônia de tratamento de lepra, desde então é uma região aparte da cidade. Atualmente o Lagoinha é um bairro pequeno com índice altíssimo de violência, furto, tráfico e altíssima vulnerabilidade social. A população de composta de crianças que ficam a maior parte do tempo descalças na rua, Idosos e ex detentos. O Bairro não conta com praças ou espaços de convivência, tudo que eles tem é a escola.

Do que a escola precisa?

A escola precisa da reforma para muro, calçada, quadra e pátio, cobertura da quadra, pintura interna e externa da escola e das salas, troca dos pilares da varanda, reparo de trincas, restauração do bebedouro, caçamba fechada de lixo, 10 cestos de lixo, caminhão ou carretinha para transporte de entulhos, refazimento do jardim e construção da horta.

Qual a diferença?

Redução da criminalidade e quantidade de crianças na rua, melhoria da qualidade de vida, atenção a população idosa, formação profissional e geração de renda.

Como posso ajudar?

Pela adoção de espaços (salas, jardins, hortas, quadra, pátio, muro e calçada), serviços (limpeza, jardinagem, caseiro e segurança), custear contas (telefone, internet, energia e água), financiar profissionais (secretaria, coordenador, pedagogo, assistente social, psicólogo e professores), compra de equipamento e consumo periódico de serviços ou produtos oferecidos pela instituição (gráfico, editorial, game design, marketing e atendimento psicológico) ou simplesmente seja nosso Padrinho ou Madrinha;


Conheça o espaço

                                                             Clique para expandir 

  1. Sala de música;
  2. Sala para Manipulação de alimentos; Adotado pela empresa MANDIOCARIA;
  3. Sala de ciência livre; Adotado pela empresa INSPIRE junto ao instituto de Biologia da UFU;
  4. Sala da assistência jurídica;
  5. Sala de artes;
  6. Biblioteca e ludoteca;
  7. Sala administrativa;
  8. Sala de Saúde; Adotada pela Aplamu – Associação das Plantas Medicinais de Uberlândia
  9. Farmácia Homeopática: Adotada pela Aplamu – Associação das Plantas Medicinais de Uberlândia
  10. Sala de EJA: 1º ao 5º: Adotado pelo Programa Municipal de Educação de Jovens, Adultos e Crianças – PMEA
  11. Sala de EJA: 6º ao 9º: Adotado pelo Programa Municipal de Educação de Jovens, Adultos e Crianças – PMEA
  12. Sala de oficina livre;
  13. Sala de oficina livre;
  14. Sala de oficina livre
  15. Depósito;
  16. Estoque de alimento; Adotado pela empresa MANDIOCARIA;
  17. Cozinha; Adotada pela empresa MANDIOCARIA;
  18. Horta comunitária 1; Adotada pela Valoriza Fertilizantes
  19. Horta comunitária 2;
  20. Horta comunitária 3; Adotada pela Aplamu – Associação das Plantas Medicinais de Uberlândia
  21. X. Quadra coberta:

Nosso planejamento futuro!

2017 á 2018 – Reforma com liberação de Biblioteca de acesso público, Ludoteca, Núcleo de assistência jurídica e Horta Comunitária, instalando a sede da ONG no espaço da antiga escola.

2018 – Registro do Espaço como ponto de Cultura

2019 – Pedido da seção de uso do prédio para a prefeitura Municipal de Uberlândia.

Para ver a planta completa clique aqui

2021 – Criação oficial do Castel-Escola de 6º ano ao 3º colegial, dispondo de atividades pedagógicas baseadas em jogos narrativos como RPG, Swordplay e Larp. utilizando como  referencia escolas do norte europeu.

1º Mutirão

Convite ao segundo mutirão antes da inauguração

PARCEIROS ENVOLVIDOS COM A REFORMA

 

 

A  Valoriza adotou a Horta comunitária cedendo agrônomo, mudas e adubo mensalmente. Sua ação afetará diretamente a Saúde do Bairro Lagoinha.

 

 

 

 

A Zagros, fica a um quarteirão do Castelo-escola e adotou a biblioteca doando toda a infraestrutura de prateleiras em formato de móveis planejados.

 

 

 

Almoçando no restaurante Terra Brasilis é possível ajudar a escola, realizando doações pela comanda. Ao final de cada mês o valor doado é apresentado nos resultados da reforma no caixa em formato de prestação de contas.

 

 

O Jin Jin culinário asiática realiza doações anuais para manter a reforma e a manutenção do Castelo-Escola

 

 

O Instituto IAMAR Martins realiza doações anuais para manter a reforma e a manutenção do Castelo-Escola